Filosofia Xamânica – O Berço da Espiritualidade!

FILOSOFIA XAMÂNICA – O BERÇO DA ESPIRITUALIDADE!

A SABEDORIA ANCESTRAL CURANDO O PRESENTE

Por Vitor Hugo França

 

O termo Xamanismo é de origem siberiana, baseado no conceito do ‘saman’, que é o homem ou mulher de cura e que significa “aquele(a) que não perdeu a integração”.

O Xamanismo tem a sua origem na pré-história, quando nossos ancestrais decidiram superar todos os obstáculos impostos no caminho da evolução.

Através da integração com o meio ambiente, confiança e determinação descobriram as fórmulas e os caminhos que iriam garantir a sua sobrevivência.

Não possuíam ferramentas, armas, nem tecnologia, mas com a necessidade de vencer e sobreviver, criaram técnicas e práticas naturais, se organizaram e desenvolveram plenamente seu poder pessoal.

Decodificavam os ciclos da natureza para ter uma integração saudável e a conexão sempre presente com a espiritualidade os auxiliavam a seguir.

Os guerreiros antigos estavam inteiros, utilizavam todo seu poder pessoal e uma enorme integração com as forças naturais, as quais o Xamanismo decodificava e direcionava em prol de sua sobrevivência e sucesso.

Para nós, atualmente, é difícil admitir o sucesso destes caçadores neandertais que enfrentavam tanta adversidade constantemente.

Uma das muitas adversidades daquele tempo era o momento da caça, quando grupos pequenos de indivíduos, munidos de bastões de madeira com ponta de pedra afiada, enfrentavam mamutes e outros enormes animais pré-históricos.

Antes de caçar, os guerreiros se reuniam em uma caverna, desenhavam no chão o animal que necessitavam caçar, como um mamute por exemplo… dançavam a sua volta e, no momento certo, o líder guerreiro atingia o desenho com sua lança e logo após os outros seguiam-no com a mesma atitude, potencializando o nível de energia.

Recolhiam as lanças, dançavam em torno do desenho e tinham a certeza e a confiança com a elevação da força mental de que conseguiriam trazer alimentos para suas mulheres e filhos. Pois, só assim, assegurariam a sobrevivência da tribo e de sua espécie.

O Xamanismo possibilitou um maior senso de comunidade, organização e disciplina, além de uma maior autoconfiança, integração ambiental e espiritual.

A Filosofia Xamânica é considerada o BERÇO da espiritualidade, a MATRIZ ORIGINAL, onde tudo se iniciou e também foi responsável pelo surgimento de várias técnicas de cura, filosofia e artes.

Várias técnicas muito antigas são utilizadas até hoje, algumas adaptadas com nomes diferentes e reconhecidas por comunidades científicas, outras com características tradicionais milenares conhecidas popularmente, mas o importante, é que essas maravilhosas técnicas naturais ainda estão sendo utilizadas com sucesso total até hoje e, com certeza, serão utilizadas futuramente.

O Xamanismo é muito mais abrangente do que apenas técnicas, Xamanismo também é uma filosofia profunda de vida onde adquirimos o respeito pelo meio ambiente, honramos os nossos ancestrais e o conhecimento adquirido, resgatamos a integração com a natureza e os seus elementos, a dignidade e o nosso poder pessoal, através do respeito por todos e pelo TODO com um rigoroso código de ética.

Os guerreiros e guerreiras da luz, tem como missão buscar a paz, saúde, equilíbrio, sucesso, prosperidade e uma compreensão mais ampla sobre tudo que os rodeia.

Sabemos que cada um de nós tem a responsabilidade de escrever sua própria história e nos colocarmos como heróis construindo a nossa própria jornada.

Através do Xamanismo, resgatamos nosso guerreiro/guerreira, nosso curador/curadora interior que hoje não necessita caçar mamutes, mas sim uma forma de sustento, alimento para a família, educação e saúde, entre tantas outras coisas essenciais para a vida.

É importante lembrar também a necessidade do resgate da anciã e do ancião que existe dentro de cada um de nós e que nos facilita alcançar uma maior maturidade, interiorização, comunicabilidade, sociabilidade, saúde, sensibilidade, altruísmo, inspirações e inúmeras outras possibilidades.

O resgate do curumim interior(criança) é de extrema importância, pois nos livra dos medos, tristezas, estagnações e nos lembra a necessidade de sorrir e brincar, novamente unidos à nossa grande Mãe-Terra.

As medicinas do Animal de Poder e dos Aliados de Poder, também são pontos importantes no resgate do homem/mulher integral.

O Povo de Pedra (reino mineral) são poderosos símbolos da memória ancestral e do poder de concentração e direcionamento objetivo, além de serem responsáveis por várias técnicas de harmonização e cura.

O Povo em Pé (reino vegetal) também é de fundamental importância na filosofia xamânica, pois nos ajuda a conhecer o poder de harmonização e de integração, através de aliados deste reino, além de nos ajudar a resgatar o equilíbrio com a energia da Mãe-Terra (telúrica) e do Pai-Céu (energia cósmica), facilitando-nos equilibrar essas duas formas poderosas de energia dentro de nós.

No Xamanismo, também damos fundamental importância aos elementos:  fogo, água, terra e ar, os quais são de grande valor tanto na manutenção do equilíbrio em nosso corpo quanto em nosso meio ambiente.

Esses elementos, quando em desarmonia, são indicadores de predisposições (desequilíbrios) e quando estão em harmonia indicam facilidades em nossa vida, saúde e realizações.

No Xamanismo, percebemos que somos uma semente, um micro-universo de possibilidades, nos preparando para nos tornar uma bela árvore (macro-universo).

Temos uma GRANDE certeza que o potencial da árvore existe na semente.

As Práticas Xamânicas possibilitam um desenvolvimento pessoal magnífico em todas as áreas da vida, onde a vibração elevada transforma seu caminho.

O conceito de cosmovisão é algo que se revela na vida e passa a ser um diferencial de qualidade para o ser.

Permita-se sentir…

 

Assim falei,

Vitor Hugo.

 

Mitakuye Oyasin.

Ahow!

0 comentários

Deixe um comentário

Quer se juntar a discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *