O Encanto da Coruja
 

O Encanto da Coruja

Este CD traz uma fusão da música New Age, com a influência da Música Indígena Nativa Americana.

São 4 temas musicais, e 3 poemas interpretados pelo Xamã Urbano, Vitor Hugo França. Uma experiência significativa, do encontro de dois universos distintos: A música e o Xamanismo.

Esta conexão pode ser uma forma de abrangermos o sagrado e de nos alinharmos com a natureza, a qual nos acolhe desde o nascimento, até a nossa partida. Um CD basicamente constituído por sons etéreos de sintetizadores e ritmos de tambores Nativo Americanos, acompanhados de Cantos Nativos.

Parcerias acontecem...

Foi isso que se deu, após o meu encontro com o Xamã Urbano, Vitor Hugo França.

Dois universos distintos, mas que se completaram formando uma única vertente, capaz de gerar uma força intensa e de abrangência ainda desconhecida para nós dois. Dentre os vários workshops que realizei no IPPB, durante o ano de 2010, eu tive a feliz intuição de convidar o Vitor Hugo, para fazer uma performance comigo utilizando o seu setup de tambores sagrados da cultura indígena nativo americana. Era o começo da tarde, estávamos montando os equipamentos de som e luz. Combinamos alguma coisa superficialmente, mas não houve tempo para um ensaio mais elaborado, fizemos um pequeno esboço de como seria esta improvisação e deixamos assim.

No meio do concerto pedi a ele para subir ao palco e começamos.

Estávamos completamente à deriva, flutuando como um falcão ao vento, deixando que as coisas acontecessem. Os sons dos tambores ecoaram no salão. E sob o ritmo marcante, comecei a improvisar nos teclados com sonoridades que mais pareciam um fluido se espalhando pelo ar. Então tive uma vontade incontrolável, de emitir sons com a voz...

E algo como cantos sagrados fluíram, a voz que eu emitia lembrava de longe a de velhos índios entoando seus lamentos de dor e solidão. Senti uma certa ansiedade pela perda de controle da situação, mas achei que melhor seria deixar as coisa acontecerem. Tudo parecia tomar proporções inesperadas, quando subitamente a música, o canto, e o ritmo, começaram-se abrandar e lentamente terminamos. O público foi ao delírio, e eu ao alivio!

Alguns dias se passaram, e eu faria um concerto no CEFLE, (Centro de Estudos Filosóficos laboratório Evolutivo).

Convidei o Vitor Hugo, para uma nova performance, e o sucesso da parceria se repetiu.

Portanto, foi assim que nos unimos, para realizar este trabalho.

Não esperamos nada!

As músicas deste CD foram inspiradas pela música espiritual ou New Age, com a utilização de instrumentos, cantos e fragmentos sonoros da cultura indígena nativo americana.

As poesias do Xamã Urbano, Vitor Hugo França foram escritas sob a inspiração da filosofia natural de vida, destes remanescentes sábios indígenas da América do Norte. Os quais, ainda hoje mantém vivas todas estas formas de cultivar a natureza e de celebrar todas as manhãs por mais um dia de vida.

Sabemos que nós não pertencemos a esta cultura, mas nos permitimos humildemente a aprender através dela. Vivemos em contato pleno com a alegria, descontaminados da sociedade moderna, e de forma muito próxima com as forças que existem na natureza.

Este CD será o primeiro de muitos, ou talvez o único...

Não sabemos... assim é a jornada.

Parcerias acontecem, somos duas pessoas distintas cada um com seus conflitos e alegrias. Mas quando nos unimos pela música e pela magia Xamânica, inexplicavelmente tornamo-nos Um... Por instantes, sentimos a unidade da mente humana.

Ao terminarmos nossa performance, voltamos à nossa ilusória individualidade, e seguimos os nossos caminhos a espera do próximo concerto.

Abraços, do amigo, Aurio Corrá.

 Aurio Corrá

Meus estudos de música se iniciaram aos 6 anos de idade. Hoje, 51 anos depois, ainda me sinto o mesmo aprendiz daquele dia chuvoso em que minha mãe e eu entramos pela primeira vez no Conservatório Musical Beethoven, na cidade de São Vicente.

A música tem sido para mim, desde então, o Sopro de Vida, a minha religião. É através dela que me ligo às pessoas, silencio a mente, cesso a dualidade interior e me torno vazio.

Agradeço a minha companheira e a minha filha pela compreensão, e pela paciência nas minhas ausências, por conta das horas de estudo e trabalho de composição. Eu sou muito grato pelo apoio que tenho recebido de ambas, para continuar nesta busca sem fim. 

 

 

 Vitor Hugo França

 

Quero muito agradecer e honrar a todos e a tudo que vivenciamos e resgatamos.

Gratidão pelas oportunidades de troca que permeadas pelo Amor Maior nos permitem tecer em nossas vidas momentos mágicos e muito positivos. Sinto brotar no coração a certeza ventilada de estarmos compondo lindas canções, que refletem nosso próprio eu. Cada ser que encontramos em nossa jornada é a extensão de nós mesmos em cada nota musical e assim, nos ensinam a sermos poeticamente melhores. No Encanto da Coruja, que encanta e ensina, sentir e permitir-se é fundamental. Que um novo amanhecer nasça em nosso peito trazendo consigo mensagens de renovação que nos nutrem e acariciam, nos servindo sempre de guia, pois quem está neste caminho sagrado, compartilha, abençoa, compreende e respeita todos os seres, pois fazemos parte de uma grande tribo estelar

Que todos tenham uma boa vida!

Mitakuye Oyasin! (Por todas as nossas relações) 

 Escute as faixas do CD

 

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdos exclusivos

          

Nos acompanhe também nas redes sociais:

Para entrar em contato envie e-mail para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (11) 2272-2875 e (11) 98211-1472
Endereço: Rua Gomes Nogueira, 168 – Ipiranga – São Paulo – SP